Ipespe aponta Cássio com 43%, RC com 23% e Veneziano com 11%

pesqiosa
JORNAL DA PARAÍBA - A pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), de 28 a 30 de março, apontou que se a eleição para governador fosse hoje, 43% dos entrevistados votariam em Cássio Cunha Lima (PSDB) para assumir o governo da Paraíba. 
 
O atual governador Ricardo Coutinho (PSB) aparece em segundo lugar, com 23% das intenções de voto, seguido por Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) com 11% e Nadja Palitot (PT) com 2%.
 
A pesquisa foi encomendada pelo JORNAL DA PARAÍBA e ouviu 1,5 mil entrevistados em 49 cidades da Paraíba. A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95,5%. Sem que os nomes dos candidatos fossem citados durante a pesquisa (espontânea), Cássio Cunha Lima manteve a preferência dos entrevistados, com 32% das intenções de voto. Ricardo Coutinho aparece com 19%, seguido por Veneziano Vital do Rêgo com 6%. Outros candidatos somam 1% das intenções de voto, 10% dos entrevistados não citaram nenhum candidato ou votariam branco ou nulo e 32% não souberam responder.
 
De acordo com a pesquisa do Ipespe, em João Pessoa – maior colégio eleitoral do Estado – Cássio e Ricardo aparecem tecnicamente empatados, com 28% e 30% das intenções de voto, respectivamente. Já em Campina Grande, a disputa é entre o senador Cássio Cunha Lima, que desponta com 58% da preferência dos entrevistados, e o peemedebista Veneziano Vital do Rêgo, com 16% das intenções de voto. O governador Ricardo Coutinho aparece em terceiro lugar, com 6% das intenções de voto, um percentual 10 vezes menor do que o resultado da eleição para governador em Campina Grande em 2010 (62%), quando Ricardo Coutinho contava com o apoio de Cássio Cunha Lima. A candidata do PT, Nadja Palitot, recebeu menos de 1% das intenções de voto.
 
No período de coleta dos dados – que ocorreu em municípios das quatro mesorregiões do Estado (Sertão, Agreste, Borborema e Mata paraibana) – o PSDB ainda não havia anunciado oficialmente a pré--candidatura de Cássio ao governo e fazia consultas internas no Estado com o objetivo de ouvir os filiados. Só na última sexta-feira, dia 4, o partido confirmou a pré-candidatura de Cássio ao governo.
 
Nas eleições de 2010, Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima surpreenderam até os próprios correligionários ao anunciarem uma aliança entre o PSB e o PSDB, que com os partidos aliados deram a vitória ao socialista. No final de 2013, a aliança começou a dar sinais de rompimento e, este ano, o PSDB decidiu realizar uma consulta interna no partido, que culminou na decisão da pré-candidatura da legenda tucana ao governo da Paraíba.
 
Ricardo Pereira com JP
Fechar [x]