Documento mostra que há 3 meses Prefeitura alertou Dnocs sobre problemas no açude de Coremas

Um documento ao qual a Folha teve acesso na manhã desta segunda-feira, 1º, mostra que, há quase 90 dias, o prefeito de Coremas, Antônio Lopes, encaminhou documento ao Dcnos, órgão federal, a quem pertence o açude Estevam Marinho, mostrando problemas estruturais na barragem e solicitando a recuperação da estrutura física do reservatório, mas, até agora, nenhuma providência foi tomada pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca.

                
Conforme a Prefeitura, a parede da barragem, a maior do estado, apresenta rachaduras que podem comprometer sua estabilidade. Em ofício de número 087/2015, datado de 16 de novembro de 2015, encaminhado ao coordenador do Dnocs na Paraíba, Avanir Ponce Braga, o prefeito pede a recuperação do açude e lembra do risco que corre a população coremense caso ocorra o rompimento da barragem.
                
Com a chegada da chuva, o temor da população de que ocorra uma tragédia aumenta, e também preocupada com essa situação, a Prefeitura encaminhou documento ao órgão federal e espera providências. “Ninguém é mais preocupado com esse açude do que eu, tanto que essa não é a primeira vez que peço a sua recuperação, e, infelizmente, so é o que posso fazer, porque o açude pertence ao Dnocs, e as pessoas precisam saber cobrar a quem, por direito, tem obrigação de resolver o problema”, disse o prefeito.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]