Desembargador volta atrás e mantém liminar que anulou eleição da Câmara de Piancó

O desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos, do Tribunal de Justiça da Paraíba, desfez sua própria decisão anterior e manteve liminar do juiz José Milton, que anulou a eleição do dia 1º de janeiro da Câmara de Piancó e mandou convocar novo pleito em 48 horas. O despacho do desembargador foi publicado no último dia 2.

Anteriormente, o desembargador havia derrubado a liminar do juiz e decretado intervenção na Câmara até o julgamento do mérito, mas, ao ser informado de que a eleição foi presidida pelo vereador Dr. Rato, que é irmão do candidato eleito, Guilherme Montenegro, Abraham Lincoln reconsiderou seu despacho anterior e manteve o entendimento do juiz José Milton pela anulação do pleito.


Mas a decisão não é definitiva e o mérito ainda será julgado pelo colegiado do Tribunal de Justiça. No entanto, com essa decisão, um novo pleito poderá ser convocado mesmo antes da decisão final.


www.folhadovali.com.br

Fechar [x]