Aposentado sente-se mal em fila do Banco do Brasil de Itaporanga e termina morrendo

Um aposentado de 66 anos morreu na manhã desta sexta-feira, 6, depois de se sentir mal na fila da agência do Banco do Brasil de Itaporanga. José Francisco Almeida, conhecido como Zé Pajeú, foi socorrido por um filho, mas já chegou ao hospital sem vida.

O idoso residia no sítio Letreiro, que fica próximo à cidade de Pedra Branca, e mensalmente vinha a Itaporanga receber seu pagamento, mas hoje, quando chegou à agência, que tinha muita gente, e foi para a fila, terminou tendo um mal súbito, possivelmente resultado de um problema cardíaco, e não resistiu. 


O aposentado, que iria aniversariar neste sábado, 7, tinha um casal de filhos. A família está muito abalada.

Muito emocionado, o filho do idoso disse que ele era uma pessoa sadia e nunca havia se queixado de nenhum problema. Seu sepultamento ocorrerá na manhã deste sábado, dia que completaria 66 anos, em Pedra Branca, onde era uma figura muito conhecida.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]