Ameaçada de um colapso no abastecimento, Aguiar desiste do carnaval para priorizar água

A Prefeitura de Aguiar é uma das primeiras da região a anunciar que não fará carnaval de rua este ano, e por uma razão compreensiva: a estiagem dos últimos quatro anos afetou drasticamente o município.

Além da falta d’água nas comunidades rurais, grande parte delas hoje abastecidas por carro-pipa, a cidade também está ameaçada de um colapso em seu abastecimento. O açude que abastece a zona urbana está com cerca de 480 mil metros cúbicos d’água, o que é muito pouco para o tamanho da cidade e a coisa fica mais sombria diante das previsões nada animadoras.

Diante desse quadro, o prefeito Tintin anunciou que não fará carnaval de rua este ano. “Sei que grande parte da juventude pode não compreender essa decisão, mas ela é necessária diante do momento difícil que o município vive”, comentou o prefeito.

Há vários anos, Aguiar promove carnaval de rua e, além das apresentações de banda, os blocos são uma atração à parte pela grande alegria, enredo e cores que levam às ruas da cidade. No entanto, como o momento é de crise, a Prefeitura não viu outra alternativa a não ser suspender o carnaval para priorizar o abastecimento da população e enfrentar todas as demais dificuldades sociais decorrentes da estiagem.


www.folhadovali.com.br
Fechar [x]