Açude de Coremas já foi um dos maiores produtores de peixe do NE, mas agora sofre com a seca

Situação hidrica segue complicada no Coremas - Mãe d'águaO açude Coremas/Mãe d’água, na cidade de Piancó, no Sertão paraibano, deixou de ser um dos maiores do Brasil, com capacidade para armazenar pouco mais de 1,1 bilhão de metros cúbicos de água, para amargar uma média de 22,3% do nível total armazenado, ou 258 milhões de metros cúbicos de água, de acordo com a medição desta segunda-feira (29) divulgada pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).

A perda de água ocorre não só pela estiagem prolongada, mas pelo consumo e pela evaporação. São 27 cidades que dependem do Coremas, que já foi um importante produtor de peixe no Nordeste.

Açude Coremas - Mãe d'água

O baixo nível do açude está trazendo uma série de problemas para os comerciantes e pescadores da região, que dependem dos peixes para sobreviver. De acordo com um dos donos de restaurantes que ficam às margens do açude, antes, o abastecimento dos peixes era quase que totalmente proveniente do açude, mas agora está vindo de outros estados, como do açude Castanhão, no Ceará.

Segundo o gerente operacional da Pesca e Apicultura da Paraíba, David Capistrano, a situação da pesca no açude é considerada crítica. “O açude é muito grande e quando ele baixa o nível de água, os peixes tendem a se esconder no fundo do reservatório, dificultando a pesca artesanal no local, que, atualmente, está praticamente zero”, afirmou.

Apenas quem possui viveiros para criação e consumo de peixes ainda tem como tirar o sustento do açude. Segundo David, essa é uma das soluções apontadas para que os pequenos produtores de pescado possam continuar trabalhando.

“Uma das soluções que temos para o pequeno produtor é tentar perfurar poços para fazer viveiros ao lado do açude e criar alguns peixes. O açude já foi um dos maiores exportadores de peixes do Nordeste, mas se o período de seca continuar, tudo tende a piorar para os pescadores”, concluiu.


Açude conta apenas com 22,3% da capacidade total
Pesca tem sido prejudicada pela seca
 
Fonte: Por Halan Azevedo
Fechar [x]