Ibope aponta empate técnico no 2º turno com vantagem para Ricardo


A segunda rodada da pesquisa Ibope do segundo turno das eleições para governador da Paraíba aponta um empate técnico entre José Maranhão (PMDB) e Ricardo Coutinho (PSB) na disputa pelo cargo. Na última pesquisa antes dos eleitores irem às urnas, o instituto apurou que 52% de seus entrevistados na Paraíba pretendem votar em Ricardo, enquanto 48% planeja votar em Maranhão.

O empate técnico ocorre devido à margem de erro da pesquisa, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O grau de confiança da pesquisa de intenção de votos é de 95%.

VOTOS VÁLIDOS

Candidato %
Ricardo Coutinho - 40 - PSB 52%
José Maranhão - 15 - PMDB 48%
TOTAL 100%

Divulgada no dia 15 de outubro, a primeira pesquisa Ibope do segundo turno na Paraíba apontava para uma vitória do socialista por 12 pontos de diferença. Ricardo tinha 52%, enquanto seu adversário, Maranhão (PMDB), somava 40%.

Para facilitar a comparação com os resultados oficiais que serão divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral, o Ibope divulga os números relativos aos votos válidos. O percentual de votos válidos de cada candidato corresponde à proporção de votos do candidato sobre o total de votos, excluídos os votos brancos, nulos e indecisos.

Um candidato a governador é eleito no 2º turno se obtiver 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial.

Votos totais

No levantamento de votos totais, que incluem os brancos, nulos e o percentual de eleitores que ainda estão indecisos, Ricardo aparece com 49% das intenções, quatro pontos à frente de Maranhão, que teria 45% dos votos. Os brancos, nulos e indecisos somam 6%.

No primeiro turno, Ricardo Coutinho teve 942.121 mil votos (49,7% dos votos válidos) e Maranhão somou 933.754 votos (49,3%).

A última rodada de pesquisa Ibope contratada pela TV Cabo Branco foi realizada entre os dias 29 e 30 de outubro de 2010. Foram entrevistados 1.204 eleitores em 58 municípios da Paraíba. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o número 39284/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo nº 37873/2010.

paraiba1

Vereador é preso com R$ 4 mil na cueca, lista de eleitores e material de campanha de Maranhão


Era só o que estava faltando para o especulado derramamento de dinheiro que se projetava nesta véspera de eleições na Paraíba. Pois, o vereador Gilmar Nogueira, da cidade de Desterro, foi preso com mais de R$ 4 mil reais (R$ 4.020,00 para ser mais exato), escondido ma cueca, uma lista de 212 nomes de eleitores e material de campanha do governador Maranhão (PMDB). O delegado da Polícia Federal, Rodrigo Carvalho, confirmou o fato pessoalmente ao jornalista Luis Tôrres.

A prisão foi feita por volta das 23h de ontem por homens da Polícia Militar. O mais impressionante é que o vereador teria oferecido aos policiais o dinheiro para não ser levado à Polícia Federal. Foi preso e está detido no presídio de Patos, portanto, sob acusação de corrupção ativa, por oferecer propina aos policiais. Na lista, segundo o delegado, havia nomes já riscados, como se ele estivesse feito o pagamento. O caso foi enviado à Justiça Eleitoral.

Gilmar foi preso por compra de voto e tentativa de corrupção. O delegado já iniciou as investigações para descobrir quem foram as pessoas que receberam o dinheiro. De acordo com o delegado, com o vereador foi encontrado um papel com os cálculos com quantos votos pretendia comprar (212), sendo casa um ao valor de R$ 20. Como estava apenas com R$ 4.020,00, tudo leva a crer que ele já teria entregue dinheiro a algumas pessoas, uma vez, que para comprar 212 votos a R$ 20 ele gastaria R$ 4.240.

PolíticaPB

Tá chegando a hora: Neste 2º turno Zé Maranhão obteve adesão de um vereador enquanto Ricardo recebeu adesão de seis deputados e 27 prefeitos

Chegamos ao sábado (30) véspera da eleição e como tal em se tratando de adesão para os que ainda pensam em tomar outra posição o tempo corre contra si. Desde a segunda-feira (4), logo após a apuração das urnas, Maranhão procurou reverter o quadro que lhe ficou desfavorável e Ricardo se consolidar mais ainda, já que saiu vitorioso naquele domingo (3).


Os dois candidatos, então, chamaram seus melhores guerreiros na coordenação de campanha para o enfrentamento do 2º turno: Cássio assumiu a de Ricardo e Wellington Roberto a de Maranhão; bem que nesta reta final, Wellignton perdeu terreno para Manoel Júnior e Idácio Souto, estes dois homens de confiança total do governador.
Pois bem, de lá pra cá o governador candidato à reeleição que viu escapar de suas mãos a perspectiva de poder recebeu a adesão de pelo menos um vereador: o campinense Rodolfo Rodrigues (PR). Quanto ao senador Cícero Lucena (PSDB) não se pode creditar visto que este já apoiou Maranhão no 1º turno. Já Ricardo Coutinho contabilizou mais de trinta importantes adesões dentre deputados e prefeitos, sem falar nos ex-prefeitos e vereadores que, neste caso, o aumento é sempre crescente.

E assim os dois chegam à este sábado prontos para o embate de amanhã (31) quando a Paraíba irá escolher o futuro governador da Paraíba.


Adesões para Ricardo Coutinho -
Dentre os que nós sabemos foram três atuais deputados, um deputado e dois suplente eleitos, e mais 27 prefeitos que romperam com Maranhão e passaram a apoiar Ricardo, neste segundo turno. As baixas mais sentidas foram, sem dúvidas, de peemedebistas. Confira:

Deputados
Tião Gomes (PSL) - deputado eleito com 30.638 votos
Pedro Medeiros (PSDB) - deputado estadual que obteve 11.057 votos
Iraê Lucena (PMDB) - deputada estadual que obteve 23.567 votos
Quinto de Santa Rita (PMDB) - dep estadual que obteve 54.201 votos para federal
Pastor Jutay Menezes (PRB) - eleito 1º suplente com 17.371 votos
Nosman Paulo (PTdoB) - eleito 2º suplente de deputado com 4.819 votos

Prefeitos e Prefeitas
1. Marcos Pereira (PTB) - Vieirópolis
2. Luiz Carnaúba (PR) - Curral Velho
3. Adjefferson Kleber (DEM) - Santa Inêz
4. Celino Farias (PSDB) - Igaracy
5. Mª Aparecida Amorim (DEM) - São José dos Ramos
6. Sebastião Pereira Primo (PMDB) - Riacho dos Cavalos
7. Ricardo Aires (PSB) - Cabaceiras
8. Gilson de Oliveira (DEM) - Bom Sucesso
9. Marcelo Andrade (PSDB) - Serra Redonda
10. José Ferreira da Silva (DEM) - São Domingos do Cariri
11. Marcus Odilon (PMDB) - Santa Rita
12. Evaldo Costa Gomes (PSB) - Barra de Santa Rosa
13. Nobinho (PTB) - Esperança
14. Dimas Pereira (PP) - Cubati
15. Genival Bento (DEM) - Casserengue
16. José Gervazio da Cruz (DEM) - Caturité
17. Itamar Moreira (PMDB) - Poço Dantas
18. José Antônio (DEM) - Pedra Lavrada
19. Fernando Queiroz (PSDB) - São José dos Cordeiros
20. Demys Borges (PSC) - Lagoa
21. Beto Medeiros (PSDB) - São João do Cariri
22. Martinho Cândido (PSDB) - Gurjão
23. Dr. Severino - Pedro Régis
24. Agamenon - Passagem
25. Barão - Brejo do Cruz
26. Nelson Honorato - Coxixola
27. Venceslau (PDT) - Teixeira

Ricardo Pereira

Fazendeiro aposta meio milhão de reais na eleição de Ricardo e procura quem aposte mais em Sousa

O fazendeiro e agricultor, Geraldo Alves de Lima (foto), 45 anos, vulgo “Baradão”, residente no Sítio Caiçara dos Batistas, Município de Sousa, resolveu sozinho, aceitar o desafio com três empresários sousenses, e apostar 333 cabeças de Gado no candidato Ricardo Coutinho (PSB) como o grande ganhador das eleições ao Governo do Estado no próximo domingo contra os seu concorrente, Zé Maranhão (PMDB).

“Baradão” resolveu arriscar R$ 520 mil, valor dos animais que estão empenhados num curral há bastante tempo, após receber a proposta dos Empresários, Assis Romão, Júnior Cotó, e “Rolinha”. “Eu so apostei depois que Ricardo se coligou com Cássio Cunha Lima. Então tem que ter três T’s: Ter a Coragem, Ter o Dinheiro e Ter a Certeza, ai não tem perigo”, disse o ele. Geraldo Alves de Lima relatou a FolhadoSertão que os Empresários lhe “cantaram” para realizar o desafio, então, ele aceitou, e não correu da raia, agora espera o resultado nas urnas no próximo domingo.

A aposta aconteceu para quem ganhasse para governador do Estado no 1º turno, como houve o 2º turno, a aposta permanece, o gado se encontra num Curral sendo alimentado, esperando a eleição passar para o ganhador ir pegar o prêmio. O detalhe que os empresários com o Agricultor já vão gastando quase R$ 37 mil somente de ração para os animais que permanecem presos no curral até a eleição de domingo.

Folha do Sertão

Polícia Federal prende filho de traficante em Campina Grande com dois mil títulos eleitorais e advogados dizem que jovem estava a serviço do PMDB

Trata-se do filho de “Pasim”, conhecido traficante do bairro do Jeremias, que está preso.

Advogados da Coligação Por Uma Nova Paraíba, encabeçada pelo PSB, acusam o jovem de estar a serviço da coligação Paraíba Unida. “Ele pegava os títulos das pessoas sob ameaças e estava pronto para montar um esquema de votação clandestina usando esses títulos”, disse José Mariz, advogado da oposição.

Blog do Luís Torres

80% dos municípios beneficiados com ambulâncias são da base aliada do Governo Estadual

Quase 80% das ambulâncias entregues pelo Governo do Estado esta semana foram destinadas a municípios que compõem a base aliada do governador licenciado José Maranhão (PMDB). As ambulâncias, segundo o Ministério da Saúde, foram adquiridas através de recursos federais.

Significa que, dos 29 veículos distribuídos pelo Estado 23 ficaram sob a responsabilidade de prefeituras aliadas ao Executivo Estadual. Ao todo 23 cidades foram beneficiadas, sendo que dessas 17 fazem parte da base governista, ou seja, 73,91%.

Entre as cidades que receberam ambulâncias está Guarabira, a maior beneficiada da lista com 3 veículos recebidos. Araruna, Mamanguape, Caaporã e Sapé receberam 2 ambulâncias cada.

Os outros municípios beneficiados foram: Mataraca, Rio Tinto, Jacaraú, Lucena, Alhandra, Caiçara, Lagoa de Dentro, Alagoinha, Bananeiras, Serraria, Belém, Cacimba de Dentro, Itabaiana, Gurinhém, Pedras de Fogo, Ingá, Mogeiro e Juripiranga. Cada um recebeu um veículo.

A entrega das ambulâncias foi feita na última terça-feira (26) durante solenidade realizada no Palácio da Redenção, em João Pessoa. Representando os municípios beneficiados estiveram a prefeita de Araruna, Wilma Maranhão (PMDB), irmã do governador licenciado José Maranhão, e a prefeita de Guarabira, Fátima Paulino, mãe do deputado estadual reeleito Raniery Paulino, ambos do PMDB.

Tonyshow

Tiririca admite que teve ajuda para escrever declaração de alfabetização

Eleito deputado federal pelo PR com 1,3 milhão de votos, Francisco Everardo Oliveira Silva, o palhaço Tiririca, admitiu à Justiça que teve ajuda para redigir o documento em que afirma ser alfabetizado. De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal O Estado de S. Paulo, Tiririca informou que foi sua mulher quem o ajudou a escrever a declaração.

Isso porque, segundo a defesa do deputado eleito, os anos de trabalho no circo provocaram em Tiririca uma lesão que dificulta a aproximação do dedo polegar do indicador. A defesa foi entregue na segunda-feira ao juiz Aloísio Sérgio Rezende Silveira, da 1.ª Zona Eleitoral de São Paulo.

Tiririca é acusado de falsificar o documento em que tentava provar saber ler e escrever, requisito obrigatório para ser candidato a cargo público. Um laudo elaborado pelo Instituto de Criminalística a pedido do promotor eleitoral Maurício Antonio Ribeiro Lopes detectou que "o autor dos manuscritos examinados possui uma habilidade gráfica maior do que aquela que ele objetivou registrar ao longo do texto da declaração".

A defesa do deputado eleito também se baseia em laudos e pareceres de fonoaudiólogos e psicólogos. Os especialistas analisaram o que os advogados de Tiririca classificam como uma dificuldade de dicção dele – e seus reflexos. Os profissionais ainda explicaram as consequências que a origem familiar humilde teve na formação educacional do palhaço.

Caso se comprove que Tiririca não sabe ler nem escrever, o deputado poderá ser condenado a cinco anos de reclusão e pagamento de multa por “omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, para fins eleitorais”. No dia 3 de outubro, ele foi eleito com a maior votação do país.

Para o promotor Maurício Ribeiro Lopes, não restam dúvidas de que o palhaço é analfabeto e fraudou não só o documento entregue à Justiça como também a carteira de habilitação que tirou em 1996, na mesma semana em que sua mãe, Maria Alice Oliveira Silva, declarou a VEJA que o filho sabia apenas “desenhar o nome”. Assim como para ser candidato a deputado, saber ler e escrever é critério para dirigir no território nacional.

Da Folha.com

TRE promete anunciar nome do governador da PB antes das 23h de domingo


O coordenador de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, José Cassimiro Júnior, declarou nesta quinta-feira (28) que o resultado do segundo turno para o Governo da Paraíba deve sair antes das 23h. No 1º turno, o resultado final saiu às 23h02 e agora o Tribunal quer baixar ainda mais o tempo.

Ele explica que na primeira etapa do pleito as pessoas demoravam mais tempo nas filas, o que fez com que muitas seções atrasassem o fechamento da votação. Agora, ele acredita numa votação mais rápida e num consequente envio mais rápido dos dados das urnas para o Tribunal Regional Eleitoral. “Pretendemos repetir o bom trabalho do 1º turno”, resumiu.

Ele explicou também que o tempo médio previsto para cada voto será de 45 segundos e lembrou que quem porventura deixou de votar no 1º turno não está impedido de votar agora no 2º turno.

Phelipe Caldas - MaisPB


Cícero diz que apóia Maranhão por considerar a melhor opção para a Paraíba

O senador Cícero Lucena, presidente estadual do PSDB na Paraíba, declarou nesta quinta-feira (28) que no segundo torno da eleição decidiu declarar apoio e trabalhar para a campanha de José Maranhão (PMDB), por considerar que esta é a melhor opção para a Paraíba.

Cícero Lucena concedeu entrevista ao programa Correio Debate, da Rádio 98/FM (Rede Correio Sat), para dizer que também passou a declarar apoio a José Maranhão depois que este assumiu com ele o compromisso de tocar vários projetos, dentre eles e de implantação de um pré-metrôn na Grande João Pessoa, além do projeto que se convencionou a chamar de PEC-300, beneficiando policiais militares e civis da Paraíba.

O ex-prefeito de João Pessoa explicou que, no primeiro turno, havia vários candidatos a governador. Agora, como só têm dois, ele teve que se posicionar e assumir o apoio a um dos lados, optando por José Maranhão, em detrimento da candidatura de Ricardo Coutinho (PSB), seu principal adversário político.

Desde o início desta semana que o senador Cícero Lucena declarou apoio à candidatura de José Maranhão e tem participado de eventos e passeatas políticas, cabalando votos para o seu candidato a governador neste segundo turno.

Wellington Farias

PM disponibiliza 1.200 homens para garantir a segurança durante as eleições

Todo o efetivo da Polícia Militar da Paraíba está disponibilizado para garantir a segurança do segundo turno das eleições 2010, que será realizado no próximo domingo (dia 31). Cerca de 1.200 homens embarcaram nesta quinta-feira (27), do Centro de Educação, localizado no bairro de Mangabeira, para várias cidades do interior do Estado.

Conforme informações do comandante geral da Polícia Militar, coronel Wilde de Oliveira Monteiro, os profissionais em segurança pública estão engajados para garantir segurança do pleito 2010.

O efetivo da Polícia Militar, que atualmente tem cerca de 10 mil homens, estará diretamente ligado à segurança do pleito, tanto para evitar abusos eleitorais como também garantir a segurança dos cidadãos.

A tropa que embarcou para as cidades do interior só retornará a Capital na próxima segunda-feira (1). Várias modalidades de policiamento, como Rádio Patrulha, Rotam, Choque, Cavalaria, Ciclopatrulha, Gate, Polícia Rodoviária Estadual, entre outras, estarão presentes nas cidades da Paraíba.

Para o comandante geral da Instituição, coronel Monteiro, o policiamento normal de rua e dos presídios não serão afetados com redução dos números de policiais, porque a missão institucional da PM é manter a ordem pública e o estado democrático de direito.

Da Secom-PB

Ricardo Marcelo deixa PEC para Maranhão sancionar após eleição

Primeiro, o governador interino da Paraíba, Ricardo Marcelo (PSDB), se esquivou de assinar a remessa ao legislativo estadual dos projetos de Lei n 1.892/2010; 1.893/2010 e 1.894/2010, popularmente conhecidos como PEC 300 da Paraíba, de autoria do Governo do Estado que equipara aos salários dos policiais do Estado de Sergipe, os vencimentos dos policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e agentes de segurança penitenciária da Paraíba.

Agora, depois de aprovados os textos sem a tramitação de praxe e com pareceres orais das comissões de constituição e justiça, orçamento e serviço público, Ricardo Marcelo mais uma vez deixou de por seu autógrafo na matéria. Ao invés de sancionar as medidas, ele preferiu esperar que o titular do cargo, José Maranhão (PMDB), candidato à reeleição, reassuma para que o peemedebista sancione ou vete os projetos, o que acontecerá somente depois das eleições.

Embora o presidente da Assembleia Legislativa não tenha se pronunciado sobre o assunto de maneira pública, o que é especulado é que ele temeu assumir a autoria do projeto ou mesmo sua sanção por causa de eventuais medidas jurídicas que seriam adotadas posteriormente às eleições e que poderiam lhe custar um processo de inelegibilidade.

ParlamentoPB

Efraim Morais revela que foi procurado por governistas no segundo turno e dispara: “Maranhão nunca vai me perdoar por não aderir a ele”


Presidente do DEM na Paraíba, o senador Efraim Morais revelou nesta quinta-feira que foi procurador por interlocutores da campanha do governador José Maranhão (PMDB) para aderir ao projeto de reeleição.

Isso teria acontecido, segundo ele, já na segunda-feira pós primeiro turno, quando Efraim ainda digeria o fato de ter ficado em quarto colocado na disputa para o Senado. “José Maranhão nunca vai me perdoar por não aderir a ele”, disparou Efraim.

O senador disse que aprendeu a ganhar e aprendeu a perder e agradeceu aos quase 700 mil votos que recebeu no último dia 3.

E concordou com Maranhão em uma única tese: que o povo do Vale do Sabugi é independente e não aceita cabresto, palavras usadas pelo governador em recente comício em Santa Luzia, terra natal do senador democrata.

“De fato, não aceita cabresto mesmo, por isso que vai votar com a oposição, com a proposta de mudança”, declarou Efraim.

Luís Tôrres

Vaticano reconhece milagre de Irmã Dulce e inicia canonização

A Congregação para a Causa dos Santos do Vaticano reconheceu, nesta terça-feira (26), um milagre atribuído a Irmã Dulce em 2001. Essa era a etapa que restava para a religiosa ser considerada beata. Agora, para ser canonizada, será necessário comprovar um segundo milagre. O processo de canonização deve ser anunciado pelo Papa Bento XVI até o Natal, segundo informações de dom Geraldo Majella, arcebispo primaz do Brasil.

Em junho deste ano, fiéis fizeram vigília na Igreja da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em Salvador, em homenagem a irmã Dulce, que morreu em 1992 e é conhecida como Anjo Bom da Bahia.

De acordo com representantes das Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid), o milagre é relativo a uma mulher que chegou a ser desenganada pelos médicos após sofrer uma hemorragia pós-parto, em 2001, no interior da Bahia.

Análise científica

O médico Sandro Barral, um dos investigadores e peritos que confirmaram o milagre, considerou o feito preternatural (quando a ciência não explica). A agraciada e a criança permanecem com a identidade sob sigilo, por recomendação do Vaticano.

“Foi um caso de pós-parto, onde a paciente apresentava um quadro de forte hemorragia não controlável. Em um período de 18 horas, por exemplo, ela chegou a passar por três cirurgias, mas o sangramento não cessava. Contudo, sem nenhuma intervenção médica, a hemorragia subitamente parou e a paciente passou a ter uma impressionante recuperação”, disse Barral.

Segundo a Osid, para ser beatificada, o processo da freira baiana foi analisado por um grupo de teólogos, em seguida por peritos médicos e cientistas e, por fim, pelo colegiado de cardeais e bispos do Vaticano. Em todas as três etapas, o milagre atribuído a Irmã Dulce foi confirmado, por decisão unânime.

Burocracia religiosa

Para ser considerada beata, uma vasta documentação foi encaminhada ao Vaticano, que fez o reconhecimento jurídico sobre a veracidade do milagre atribuído a Irmã Dulce em junho de 2003. Em abril de 2009, a religiosa foi considerada venerável pela biografia. Isso, segundo a Igreja Católica, implica dizer que Irmã Dulce teve uma vida de santidade.

Ainda de acordo com a Osid, a abertura do processo de beatificação começou em 17 de janeiro de 2000. No ano seguinte foi anunciado o milagre e, em 2002, o processo foi levado para análise do Vaticano.

Homenagens

O período da vigília foi o último em que as relíquias da religiosa puderam ser vistas antes da beatificação. Relíquia é a designação católica para os restos mortais de uma pessoa antes de ser canonizada. No Brasil, três beatos estão na fila para serem canonizados. A beata catarinense Albertina Berkenbrock recebeu homenagem, na quarta-feira (20), pelo terceiro aniversário de sua beatificação, ocorrida em outubro de 2007.

G1

NO RIO: Professora diz ser apaixonada por aluna de 13

A professora presa suspeita de abusar de alunas contou à polícia em depoimento que sempre afirmou seu amor por uma das meninas e que "gosta muito" e "deseja manter um relacionamento sério com ela”. Segundo a polícia, a suspeita de pedofilia será enquadrada nos crimes de estupro de vulnerável e corrupção de menores, podendo pegar de 15 a 30 anos de prisão.

Ainda de acordo com a polícia, ela confessou o crime e foi presa em flagrante depois de passar três dias com a aluna. A vítima foi sua aluna na Escola Municipal Rondon, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Segundo a polícia, o relacionamento entre elas acontecia desde o início do ano.

Desaparecimento

Na última terça-feira (26), a mãe da vítima procurou a 33ª DP (Realengo) para informar sobre o desaparecimento da menina, que estava sumida desde segunda (25).

Procurando nos registros, a polícia encontrou um boletim de ocorrência, feito em agosto, em que a mãe da vítima relatava que a menina estava desaparecida e que desconfiava de sua professora. Os policiais foram, então, até a casa da educadora e o marido dela informou que a suspeita também estava desaparecida desde segunda.

Agentes investigaram os possíveis locais para onde a suspeita poderia ir e esperaram que ela voltasse. A prisão da professora aconteceu por volta das 4h da manhã desta quarta, quando ela chegava na casa da sua mãe, também em Realengo.

Outra vítima

O delegado Angelo Lages disse que, em depoimento, a menina contou que tentou algumas vezes não se encontrar com a professora. "No entanto, acabava sendo persuadida por ela. Há indícios de que a suspeita fez outra vítima. Mas ainda não identifiquei quem foi”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, a professora foi transferida da escola onde dava aula após a mãe da vítima relatar ao diretor do contato entre a menina e a educadora. “Vamos ouvir o diretor da escola e os responsáveis pelo motel aonde elas iam. No depoimento a professora contou que se encontrava com a menina e fazia passeios pela Barra da Tijuca e por Vila Valqueire”, disse o delegado.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação informou que "a 8ª Coordenadoria Regional de Educação, assim que tomou ciência do caso, em 9 de setembro deste ano, instaurou uma sindicância para apurar os fatos e determinou o afastamento da professora da escola. A Secretaria de Educação esclarece, ainda, que considera inaceitável este tipo de conduta".

Do G1

Funcionários do Estado recebem salário de outubro a partir desta quinta-feira (28)


O Governo do Estado inicia nesta quinta-feira (28), o pagamento do salário dos servidores públicos estadual referente ao mês de outubro, com a liberação dos proventos dos aposentados e pensionistas.

Os demais servidores da administração estadual recebem na sexta-feira (29), cumprindo o calendário estabelecido para quitação da folha de pessoal dentro do mês trabalhado, em apenas dois dias.

De acordo o secretário de Estado da Administração, Antonio Fernandes Neto, os recursos para o pagamento do salário de outubro do funcionalismo público estadual já foram liberados pela Secretaria de Finanças do Estado, de forma que os proventos dos aposentados e pensionistas serão creditados a zero desta quarta-feira.

Os recursos dos demais funcionários serão creditados na zero hora da sexta-feira, cumprindo rigorosamente uma das metas da administração estadual de que a folha de pessoal seja paga dentro do mês trabalhado, nos dois últimos dias úteis do respectivo mês, dentro da política de valorização dos servidores implementada pela atual gestão estadual.

“O pagamento da folha dentro do mês trabalhado faz parte integrante da política de valorização do servidor e respeito aos que fazem à administração, inserida dentro de um conjunto de ações voltadas para retomada do desenvolvimento do Estado e o equilíbrio da máquina administrativa”, declarou Antonio Fernandes.

Secom PB

Advogado Harrison Targino diz que caso de Jader é diferente do de Cássio

O advogado Harrison Targino disse agora a pouco, através de sua página no Twitter, que a decisão do STF no julgamento do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA) não interfere no caso do senador eleito Cássio Cunha Lima (PSDB).

“A decisão do STF afirma que a LC (Lei Complementar) 135 vale para este ano, mas o caso de Cássio atrai outras discussões. Tanto é assim que ministros que votaram contra o registro de Jader já votaram pelo registro de Cássio no TSE”, disse se referindo aos votos favoráveis ao tucano proferidos pelos ministros O advogado Harrison Targino disse agora a pouco, através de sua página no Twitter, que a decisão do STF no julgamento do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA) não interfere no caso do senador eleito Cássio Cunha Lima (PSDB).


“A decisão do STF afirma que a LC (Lei Complementar) 135 vale para este ano...mas o caso Cássio atrai outras discussões. Tanto é assim que ministros que votaram contra registro de Jader já votaram pelo registro de Cássio no TSE”, disse se referindo aos votos favoráveis ao tucano feitos pelos ministros Marco Aurélio e Ricardo Lewandowski.

Jader Barbalho teve a sua candidatura ao Senado Federal indeferida pelo TSE com base Lei da Ficha Limpa constitucional e válida para este ano. O peemedebista renunciou ao mandato em 2001.

Para Harrison, o caso do senador eleito Cássio Cunha Lima é diferente. Ele foi cassado em 2006 por prática de conduta vedada. No julgamento realizado no TSE depois do primeiro tuno das eleições, a tese defendida pelos advogados do ex-governador foi aprovada pelos ministros Marco Aurélio e Ricardo Lewandowski, que também têm direito a voto no STF.

Paraíba Já

Polícia Federal apreendeu o helicóptero que seria da campanha de José Maranhão


Polícia Federal apreendeu helicóptero que seria da campanha de José Maranhão. Coligação adversária denuncia que veículo estaria distribuindo material difamatório.

A polícia Federal aprendeu na noite desta quarta-feira (27) em Patos, um helicóptero que estaria a serviço da campanha do governador José Maranhão (PMDB). A ordem foi do juiz eleitoral da 24ª Zona, Romanilson Alves, para investigar o suposto uso do veículo para propaganda eleitoral irregular.

De acordo com a denúncia feita pela Coligação Uma Nova Paraíba, o helicóptero estaria distribuindo panfletos apócrifos contra o candidato ao governo Ricardo Coutinho (PSB) no Estado, principalmente em cidades do Sertão.

A PF de Patos informou, ainda, que o helicóptero apreendido estaria transportando o candidato Maranhão pelo Sertão do Estado durante a tarde desta quarta. Depois de apreendido, o helicóptero foi lacrado no aeroporto, mas nenhum material suspeito foi encontrado.

A foto abaixo foi enviada à imprensa pela Coligação Uma Nova Paraíba.



A denúncia também foi feita no Tribunal Regional Eleitoral e o corregedor, juiz Carlos Neves, havia liberado a PF para investigar as denúncias e apreender o veículo para esclarecer a denúncia.

O jurídico da campanha de Maranhão nega que o helicóptero estaria sendo usado para fazer campanha difamatória contra o adversário.

Paraíba1

Por maioria de votos, STF decide pela validade da Lei da Ficha Limpa em 2010

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (27) que a Lei da Ficha Limpa vale para as eleições deste ano e se aplica a casos de renúncia de políticos a mandato eletivo para escapar de processo de cassação, mesmo nas situações ocorridas antes da vigência da lei. Diante do impasse causado pelo empate em 5 a 5, os ministros optaram por manter a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a norma.

O STF analisou nesta quarta o recurso do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA), barrado na disputa a uma vaga de senador pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Lei da Ficha Limpa. Mesmo com registro indeferido, Jader Barbalho recebeu 1.799.762 de votos e, caso não tivesse sido barrado, seria eleito em segundo lugar para uma vaga no Senado.

O deputado teve a candidatura questionada porque renunciou ao mandato de senador, em 2001, para evitar um processo de cassação em meio às investigações do caso que apurava desvios no Banpará e também por denúncias de envolvimento no desvio de dinheiro da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

O candidato sempre negou irregularidades. Sua defesa afirma que a renúncia não representou atentado à moralidade pública porque o então senador foi alvo apenas de denúncias publicadas na imprensa.

Com a decisão do Supremo, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará pode convocar novas eleições para o Senado no estado. A soma dos votos obtidos pelo deputado Jader Barbalho e pelo terceiro colocado na disputa – o petista Paulo Rocha, também barrado pela ficha limpa – ultrapassam 50% dos votos válidos. Nesse caso, os votos são anulados, o que, pela legislação eleitoral, abre a possibilidade de realização de novas eleições.

"O que me preocupa agora é o processo do mesmo estado em relação à mesma vaga de senador", disse o presidente do STF, Cezar Peluso.

Regimento do Supremo
A alternativa dos ministros do STF, de manter a decisão contrária ao recurso de Jader, está prevista no regimento interno do Supremo e já havia sido sugerida na primeira vez que o tribunal analisou a ficha limpa, em setembro.

De acordo com o artigo 205 do regimento interno do STF, “havendo votado todos os ministros, salvo os impedidos ou licenciados por período remanescente superior a três meses, prevalecerá o ato impugnado”.

A possibilidade já havia sido aventada quando o STF analisou o recurso do ex-candidato do governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC). Ele também teve o registro negado pelo TSE por ter renunciado ao mandato de senador, em 2007, para escapar de cassação. Na apelação ao STF, o julgamento terminou empatado e Roriz desistiu da disputa eleitoral.

O STF está com um integrante a menos desde agosto, quando o ministro Eros Grau se aposentou. A indicação de um novo ministro é feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que não tem data para ocorrer.

Solução para o impasse
Após o empate no julgamento, o advogado de Jader, Eduardo Alckmin, propôs ao plenário a suspensão da análise do recurso para que ele fosse analisado na mesma sessão que vai decidir sobre recurso de Paulo Rocha.

Por 7 votos a 3, os ministros decidiram concluir o julgamento, mas a sugestão levou a uma discussão generalizada no plenário. "A questão já foi amplamente debatida. Durante 11 horas no primeiro julgamento e, agora, mais cinco [horas] e a proposta é que adie mais uma vez? Nós estamos aqui a brincar?", questionou o relator do recurso, Joaquim Barbosa.

Em meio ao debate, a ministra Ellen Gracie pediu que Marco Aurélio Mello concluísse o voto sobre a proposta da defesa. Ele respondeu em tom de ataque. “Vossa Excelência está presidindo este tribunal? Ministra, não me cobre definição. Se há alguém que se posiciona com coerência sou eu. Ou Vossa Excelência tem viagem marcada?”

G1

Efraim Filho desmente boatos sobre adesão do senador Efraim Morais e diz que é tudo desespero


Nesta quarta feira (27), no twitter, o deputado federal reeleito pelos Democratas, Efraim Filho, negou os boatos sobre adesão do senador Efraim Morais a candidatura de José Maranhão.

Segundo o deputado, o senador foi responsável pela adesão de mais de oito prefeitos que votavam com o atual governador e que agora, estão com Ricardo. Outra questão frisada por Efraim Filho, é o respeito que o senador Efraim Morais tem a Cássio Cunha Lima.

Canal PB

Barragem em Conceição arromba e força da água leva tudo que encontra pela frente no Rio Piancó



Rio Piancó continua tomando água que já chega a invadir várias casas em Itaporanga

Indagorinha retornamos à ponte do Rio Piancó e pudemos comprovar que o rio continua tomando água e as casas localizadas no Conjunto Miguel Morato já começam a ser invadidas. De acordo com informação da Polícia Militar trata-se de uma barragem que arrombou na altura do município de Santa Inêz. Policiais militares organizam o trânsito na ponte e mantém a segurança dos curiosos que estão no local. No entanto, outras informações davam conta também de ter havido fortes chuvas naquele município resultando nessa cheia.

A população do Vale do Piancó acompanha com preocupação a cheia que tomou esta manhã o Rio Piancó resultado do arrombamento de uma barragem na cidade de Conceição, nascedouro do rio, ocorrido durante a madrugada. A força da correnteza está arrancando e levando tudo que encontra pela frente, desde o gado até os motores para irrigação pertencentes ao proprietários de terras durante a extensão do rio. A polícia Militar alerta a população, principalmente a que mora nas encostas, para que tome cuidado quanto a força da correnteza. Veja as fotos abaixo tiradas indagorinha da passagem das águas pelo município de Itaporanga:
Sentido Boa Ventura - Itaporanga
Sentido Itaporanga - Piancó
Blog do Ricardo Peireira

Romário e Marcelinho Carioca vem a João Pessoa e declaram apoio a Ricardo

O candidato ao Governo do Estado, Ricardo Coutinho (PSB), recebeu nesta quarta-feira (27) o apoio do ex-jogador e deputado eleito Romário e do suplente de deputado Marcelinho Carioca. O encontro entre os três ocorreu durante um evento na manhã de hoje em que o candidato socialista apresentou suas propostas para a área de esporte.

Uma comitiva de deputados do Partido Socialista Brasileiro (PSB) também compareceram ao evento. Na ocasião, Romário destacou que neste domingo a Paraíba pode voltar a ter esperança ao eleger Ricardo Coutinho como governador do Estado, trazendo melhor qualidade de vida e também paz aos paraibanos. “Ricardo é uma pessoa séria, de bom caráter e tenho absoluta certeza que não vai decepcionar o povo da Paraíba”, completou.

Já Marcelinho Carioca destacou Ricardo como um homem de caráter, que fará diferença dentro das políticas públicas para desenvolver o esporte, repudiou as tentativas dos adversários de plantarem boatos contra a honra do candidato, declarou que o bem prevalecerá nestas eleições e reafirmou seu apoio à candidatura de Ricardo. “Conhecemos a integridade de Ricardo e gostaríamos de ver uma campanha de jogo limpo, uma disputa que coloque suas propostas na mesa”, reforçou.

Entre as propostas apresentadas por Ricardo está a reativação do Gol de Placa, programa que ajudava financeiramente os clubes de futebol do Estado através de incentivo fiscal. Além disso, Ricardo quer revitalizar os estádios do Almeidão e Amigão e incentivar a prática de esportes em todo o Estado.

O candidato agradeceu o apoio dos que fazem o esporte paraibano e entregou a Romário e Marcelinho Carioca sua carta-proposta para o Esporte e disse que, com a ajuda dos dois atletas, as propostas vão servir para eles de guia no Congresso com idéias que defendam a área e programas que sejam parceiros do povo da Paraíba. “Não é justo que o atual Governo deixe o esporte na situação em que se encontra atualmente. Vamos mudar essa situação e alavancar o esporte paraibano”, finalizou.

ricardo40.com.br

Unidades de saúde têm 60 dias para se adequarem a resolução


Foi publicado nesta terça-feira, 26 de outubro no Diário Oficial da União (DOU) a resolução que torna obrigatório o uso de álcool - líquido ou gel - para higienização das mãos nas unidades de saúde de todo o País. Os estabelecimentos terão 60 dias, a partir de hoje, para o cumprimento da norma.

A medida tomada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é considerada pelo órgão a mais importante e de menor custo para prevenção e o controle das infecções em ambientes hospitalares, principalmente pela superbactéria Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC).

O álcool gel 70% deverá ser colocado em salas onde haja atendimento de pacientes sendo obrigatório em estabelecimentos públicos e particulares. O uso do produto, porém, não dispensa a lavagem das mãos. A norma é recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com o objetivo de prevenir e controlar infecções em pacientes e profissionais que atuam em hospitais.

Atendimento móvel

A higienização com álcool também é obrigatória para os serviços de atendimento móvel e nos locais onde forem realizados quaisquer procedimentos invasivos. Outros locais que devem se adequar a norma são: salas de triagem, de pronto-atendimento, unidades de urgência e emergência, ambulatórios, unidades de internação, de terapia intensiva, em clínicas e consultórios.

CNM

Google anuncia doação de US$ 5 milhões para incentivar jornalismo digital


O Google quer doar cinco milhões de dólares para quem desenvolver a ideia mais inovadora em jornalismo digital. O objetivo da organização é estimular a criação de maneiras mais atraentes para divulgar notícias, usando recursos como o Google Maps e o YouTube Direct.

”Estamos dando 5 milhões de dólares para organizações não-governamentais (ONGs) que ajudarem no desenvolvimento de novas aproximações ao jornalismo na era digital”, diz o post da organização.

Dois milhões de dólares já foram reservados para duas organizações que, há muito tempo, apoiam o desenvolvimento do jornalismo digital: a John S. Foundation e a James L. Knight Foundation. As propostas podem ser encaminhadas para essas duas organizações até o dia 1º de dezembro.

Os três milhões de dólares restantes serão investidos em outros países e seguirão formatos de parceria semelhantes. Mais informações serão divulgadas no começo do ano que vem.

Fonte: PC World

Supremo retoma debate sobre “ficha limpa” e julga Jader Barbalho hoje

O STF (Supremo Tribunal Federal) inicia nesta quarta-feira (27) o julgamento do recurso levado à corte pelo deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA), que teve a candidatura ao Senado impugnada com base na lei da Ficha Limpa.

Os ministros da Corte voltam a discutir a validade da norma, em vigor desde o último mês de junho, após o empate em 5 a 5 ocorrido na análise de recursos apresentados pelo ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz.

Como, diante do impasse, Roriz desistiu de concorrer novamente ao governo do Distrito Federal, colocando no lugar sua própria mulher, Weslian Roriz, as ações levadas ao Supremo por sua defesa perderam valor.

Jader Barbalho, por sua vez, foi enquadrado na Ficha Limpa por ter renunciado ao mandato de senador em 2001. Na ocasião, ele corria o risco de ser cassado.

Sua candidatura foi barrada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O deputado, assim como Roriz, alega que a lei é inconstitucional porque não deveria valer para políticos que já haviam renunciado quando a Ficha Limpa foi sancionada. O argumento é de que a lei não pode retroagir para prejudicar o “réu”.

Outra alegação diz respeito ao princípio da anualidade, segundo o qual leis eleitorais só passam a ter efeito um ano depois de sua sanção.

A decisão que deverá ser tomada nesta quarta-feira poderá valer para todos os casos de políticos que tenham abdicado de seus mandatos para evitar processos de cassação.

Votos engavetados

Jader recebeu 1,8 milhão de votos no último dia 3, o que lhe garantiria uma das duas cadeiras em disputa para o Senado no Pará.

No entanto, como seu registro de candidatura foi negado, o TSE optou por “engavetar” os votos recebidos por ele. Caso o STF confirme que ele não poderia ter sido candidato, os votos serão anulados. Neste caso, a vaga ficaria com Marinor Brito, do PSOL.


r7

Por unanimidade AL aprova reajuste para PM, Polícia Civil e Agentes Penitenciários

Em sessão ordinária, presidida pelo deputado João Henrique (DEM), o Plenário da Asembléia Legislativa da Paraíba aprovou na manhã desta quarta-feira (27), o projeto de lei, de autoria do governo do estado, que fixa novos subsídios para policiais militares e bombeiros da Paraíba, conhecido popularmente como PEC 300.

O projeto foi aprovado após a emissão dos pareceres orais da Comissão de Constituição e Justiça, pelo deputado Gervásio Filho (PMDB), Comissão de Orçamento e Finanças, deputado João Gonçalves (PSDB) e Comissão de Serviço Público, deputado Fabiano Lucena (PSDB).

Na seqüencia os projetos que fixam novos subsídios para Polícia Civil e agentes penitenciários foram aprovados.

Com a aprovação do projeto de lei, os salários dos policiais da Paraíba se equiparam aos do estado do Sergipe.

Os valores pagos em Sergipe para os civis são de R$ 4 mil e 300 para um iniciante e de R$ 7 mil e 200 para os profissionais em final de carreira. Enquanto que os números da PEC dos policiais da Paraíba são de R$ 2 mil 549 para os iniciantes e de R$ 4 mil e 11 para os profissionais em fim de carreira.

ClickPB

Assessor jurídico da Cagepa pede demissão por discordar das práticas de conduta do presidente do órgão

Insatisfeito pelas discordâncias com as práticas e condutas do atual presidente da Cagepa, Alfredo Nougueira Filho, o chefe da assessoria jurídica do órgão, Hidelbrando Evangelista de Brito, pediu exoneração da função. “Não estava havendo uma boa sintonia de trabalho entre o setor e a presidência. Existiam profundas discordâncias na condução e trato de matérias de cunho jurídico-administrativo”, frisou.

Na carta de demissão, o ex-chefe não concorda com as “demandas” impostas pelo presidente, as quais julga “impróprias” a um órgão onde “os interesses da empresa não devem se confundir com os da população”. “Conclui que a discordância do presidente ao meu trabalho desaconselha a minha permanência à frente de determinadas demandas jurídicas e administrativas de interesse da presidência”, ressaltou. A saída do ex-procurador deixa uma lacuna no trato jurídico da própria Cagepa, já que causa estragos incalculáveis às finanças da Cagepa.


Leia a íntegra do pedido de exoneração

AO SR. Dr. ALFREDO NOGUEIRA FILHO DD. DIRETOR-PRESIDENTE DA CAGEPA

ASSUNTO: PEDIDO DE EXONERAÇÃO DO CARGO DE CHEFE DA ASSESSORIA JURÍDICA DA CAGEPA.

Senhor Presidente:

1. Sirvo-me da presente, para comunicar pedido de exoneração do cargo de Chefe da Assessoria Jurídica da CAGEPA, que ocupei a partir de 13/04/2010 e ao qual dediquei grande desforço pessoal e empenho jurídico na defesa dos interesses da empresa, que se confundem com os interesses da população paraibana, sempre com lealdade e zelo, em face de profundas discordâncias na condução e trato de matérias de cunho jurídico- administrativo entre esta Chefia e V.Sª.

2. Conclui, após acurada análise dos fatos, que a discordância de V.Sª ao meu trabalho desaconselha a minha permanência à frente de determinadas demandas jurídicas e administrativas de interesse da Presidência, que poderão ser melhor desempenhadas por outro profissional.

HILDEBRANDO EVANGELISTA DE BRITO

CHEFE DA ASSSESSORIA JURÍDICA DA CAGEPA

Paraíba já

Deputado Márcio Roberto pode aderir à campanha de Ricardo

O deputado estadual Márcio Roberto (PMDB) pode aderir à campanha do candidato do PSB, Ricardo Coutinho, ao Governo do Estado. As conversações estão ocorrendo entre as duas partes, com possibilidades de fechar o acordo nesta quarta-feira (27). Ele deve ser o terceiro peemedebista a apoiar a campanha do socialista neste segundo turno. A primeira foi a também deputada estadual, Iraê Lucena (PMDB), que rompeu com a base do candidato a reeleição, José Maranhão (PMDB).

O segundo foi o ex-prefeito se Sousa, Salomão Gadelha (PMDB), que participou da campanha do ”vermelhão” no primeiro turno, mas decidiu deixar à base governista e apoiar o candidato das oposições ao Palácio da Redenção.

Paraíba Já

Por Wellington Sérgio

Em Aguiar: Vereador Damião Lacerda rompe com Maranhão e declara apoio a Ricardo coutinho

Por falar nisso... Mais um vereador do Vale do Piancó rompe com o governador José Maranhão (PMDB) e acaba de anunciar apoio a candidatura de Ricardo Coutinho (PSB), neste segundo turno. Trata-se do vereador Damião Lacerda que aderiu à campanha de Ricardo depois de uma conversa com o prefeito de Itaporanga, e coordenador da campanha de Ricardo na região, Djaci Brasileiro (PSDB) que vem se transformando num timoneiro dos 'girassóis' no Vale.

Além de Maranhão o vereador Damião Lacerda votou ainda em Expedito Leite (PMDB) para deputado estadual. Diante do trabalho que vem fazendo, em conjunto com outras lideranças políticas em seus respectivos municípios, o prefeito Djaci tem a expectativa de uma ampla maioria de Ricardo na região ao abrir das urnas no próximo dia 31.

Blog Ricardo Pereira

Crime eleitoral: Governador José Maranhão envia helicóptero para jogar panfletos apóclifos contra Ricardo nas cidades do Vale do Piancó

A campanha de reeleição do governador José Maranhão (PMDB) acaba de entrar em desespero. Está evidente a paranóia que desnorteou sua coordenação, neste segundo turno, comandada pelo deputado federal Wellington Roberto (PR). Simplesmente o governador Maranhão mandou um helicóptero, que serviu ao deputado no primeiro turno, jogar do alto milhares de panfletos apócrifos, em Itaporanga e demais cidades do Vale do Piancó, contra o candidato Ricardo Coutinho (PSB). O panfleto traz o título em letras garrafais: "A verdade da aliança de Ricardo Coutinho com as forças do mal". O texto diz que o socialista consagrou João Pessoa a satanás, num terreiro de macumba.

A população está rejeitando tal atitude da campanha do governador Maranhão porque, além de sujar as cidades, expressa forte intolerância religiosa que é nada mais do que a incapacidade de respeitar as diferenças ou crenças religiosas de outras pessoas.

A falta de conhecimento sobre religiões e o fanatismo religioso são aspectos geradores dessa prática abominável. Sempre é bom lembrar que no Brasil, a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, alterada pela Lei nº 9.459, de 15 de maio de 1997, considera crime a prática de discriminação ou preconceito contra religiões.

A passagem da aeronave pelo Vale do Piancó antecede a vinda do governador José Maranhão para o Sertão, aonde à tarde, segue para uma série de comícios nos municípios de Santa Luzia (12h), Brejo do Cruz (14h), Catolé do Rocha (15h) e São José de Piranhas (16h) . E à noite, participa de carreata de Cajazeiras a Souza, a partir das 18h, para comícios em Sousa (20h) e Pombal (21h30).

Abaixo, você confere o helicóptero jogando os panfletos nas cidades do Vale:




Em Itaporanga a equipe de limpeza da Seinfra teve muito trabalho para limpar a cidade da sujeira promovida pelo governador José Maranhão. O que é lamentável...

Blog do Ricardo Pereira

Jornal Folha de São Paulo e erra e confunde Estado de Alagoas com a Paraíba


Apesar da imprensa nordestina ser insistentemente execrada pelos profissionais do sudeste, taxada muitas vezes de “de desempenho inferior”, desta vez quem mostrou que também erra (e feio) foi um dos grupos de comunicação mais conceituados do Brasil.

Em matéria vinculada na manhã desta segunda-feira (25), em que sugere uma suposta tentativa dos governos estaduais de monitorarem as mídias por meio de Conselhos de Comunicação, o portal da Folha de São Paulo salientou que o plano já foi posto em prática no Ceará e que em mais três Estados a manobra está em processo de elaboração: Bahia, Piauí e Alagoas.

Até ai tudo bem, se não fosse as sucessões de erros absurdos na confecção de um mapa onde buscam destacar as localidades citadas. Ao tentar demonstrar os limites geográficos do Estado de Alagoas, simplesmente o portal marcou a Paraíba como se lá fosse, e o pior: com a sigla do Estado alagoano (em uma comprovação clara que desconhecem sequer onde fica a Paraíba).

Erro 1

Governador diz que denúncia sobre PEC pode dar problema entre Poderes

O governador em exercício, deputado Ricardo Marcelo, garantiu que nesta quarta-feira vai conversar com os policiais civis sobre a greve iniciada na segunda-feira (25). Sobre as denúncias do deputado estadual Zenóbio Toscano (PSDB) com relação às supostas falsificações na assinatura do governador José Maranhão no Projeto de Lei da “PEC dos Policiais”, o governador disse que esta atitude pode causar um problema institucional entre os Poderes.

As informações foram divulgadas na rádio Arapuan FM, no programa a Hora da Notícia. “Isso pode causar um problema institucional entre os Poderes, O mais sensato é fazer uma avaliação do projeto através da realização da Comissão, discutindo em conjunto, mas monocraticamente é complicado”, frisou.

O deputado estadual, Zenóbio Toscano denunciou que a assinatura dos documentos da “Pec 300”, enviados à Assembleia Legislativa da Paraíba, foi falsificada. Ele disse que a assinatura do Governador está presente nas fotocópias do projeto, mas no documento original, onde há as tabelas de reajuste, só existem rubricas.

Mesmo com o clima tenso sobre o assunto, o governador em exercício disse a Assembleia Legislativa vai saber se portar diante desta situação. “Acredito que o presidente da Assembleia Legislativa, João Henrique, vai saber contornar este impasse”.

MAISPB


Polícia apreende produtos e ouve suspeitos de crime eleitoral em CG

A Polícia Militar em Campina Grande, apreendeu na manhã desta terça-feira (26), várias cestas com produtos de limpeza, que supostamente seriam distribuídas e caracterizariam crime eleitoral. Os produtos foram encaminhados para a delegacia da Polícia Federal no município.

O delegado Felipe Maciel, da Polícia Federal, adiantou ao Paraíba1 que duas pessoas foram presas na rua Bento Figueiredo no bairro Jeremias, em Campina Grande. Além das cestas com material de limpeza, eles também estariam com várias contas de água e de energia. Pessoas que viram as cestas sendo recolhidas informaram que dentro delas havia material do candidato José Maranhão (PMDB).

Os envolvidos estão na delegacia prestando depoimento. Às 16h a Polícia Federal vai conceder uma entrevista coletiva para dar maiores detalhes sobre a investigação. A coletiva vai acontecer na própria delegacia.

No último sábado, a Polícia Federal foi investigar outras denúncias de crime eleitoral quando os agentes foram barrados por policiais militares e se desentenderam. O caso foi parar na delegacia da PF.

Nesta segunda-feira (25), a Polícia Federal divulgou uma nota oficial explicando o desentendimento entre membros da PF e da Polícia Militar. Segundo a nota, o tumulto teria começado no momento em que policias da Companhia de Trânsito da Polícia Militar (CPTran) e da Rotam pediram para revistas dois agentes da PF.

Defesa

O coordenador jurído da campanha em Campina Grande, o advogado Fábio Thoma, disse que não há nada que vincule o material apreendido à coligação. "Nós não fomos chamados para prestar nenhum tipo de depoimento e também não temos nada para esclarecer. O material não é da nossa campanha, nem da coligação".

Com informações da TV Paraíba

Ex- prefeito de Sousa Salomão Gadelha rompe com Maranhão e declara apoio a Ricardo Coutinho via Twitter


O anúncio aguardado por diversos tuiteiros foi postado no seu miniblog às 15h50

O ex-prefeito de Sousa Salomão Gadelha (PMDB) declarou na tarde desta terça-feira (26) o seu apoio a candidatura do socialista Ricardo Coutinho (PSB) rompendo assim com o governador José Maranhão como fez outros peemedebistas a exemplo de Quinto de Santa Rita, Marcos Odilon e Iraê Lucena.

O anúncio aguardado por diversos tuiteiros foi postado no seu miniblog às 15h50. “Democracia!!! Dia 31 de outubro, segundo turno/PB: Votarei 40 - Ricardo e Rômulo Gouveia”, postou Salomão.

O ex-prefeito disse ainda que seu rompimento e o seu voto em Ricardo tem o objetivo apenas de salvar o PMDB da Paraíba. “Dia 31 de outubro, segundo turno das eleições presidenciais e governos estaduais/PB, votarei pelo reerguimento do PMDB na Paraíba”, afirmou.

PolíticaPB

Morre em São Paulo o senador Romeu Tuma

Senador estava hospitalizado desde setembro no hospital Sírio-Libanês. Com insuficiência cardíaca, ele recebeu em cirurgia um coração artificial.

O senador Romeu Tuma (PTB-SP), 79 anos, morreu na tarde nesta terça (26), em São Paulo. A informação foi confirmada por um dos filhos dele, o médico Rogério Tuma.

Tuma estava internado desde setembro no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Neste mês, o senador passou por uma cirurgia para implantação de um coração artificial, devido a uma grave insuficiência cardíaca.

Romeu Tuma exerceu dois mandatos como senador por São Paulo. Na eleição deste ano, não conseguiu se reeleger. Era casado com a professora Zilda Dirane Tuma. Deixou quatro filhos e nove netos.

Perfil

Nascido na capital paulista em 4 de outubro de 1931, Tuma era policial, formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Ele ingressou na carreira policial aos 20 anos. Durante o regime militar, tornou-se investigador e delegado de polícia em 1967, quando ingressou no Departamento Estadual de Ordem Política e Social (Dops). Exerceu o cargo de diretor de polícia especializada entre 1977 e 1983, quando assumiu a Superintendência da Polícia Federal em São Paulo.

Em 1983, assumiu a Superintendência da Polícia Federal de São Paulo e logo depois o cargo de diretor-geral da PF, função em que permaneceu até 1992. Ainda nesse posto, acumulou os cargos de Secretário da Receita Federal e Secretário da Polícia Federal. Em 1991, também passou a ocupar uma vice-presidência da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

Permaneceu como Diretor Geral da PF até 1992, quando acumulou o cargo de Secretário da Receita Federal, no governo do presidente Fernando Collor. De 1992 a 1994, foi assessor especial do governador de São Paulo, com status de Secretário de Estado.

Entre os seus trabalhos policiais de maior repercussão, está a descoberta da ossada de um dos mais procurados criminosos de guerra nazistas, Joseph Mengele, e a captura do mafioso italiano Thommaso Buscheta.

Em 1994, disputou pela primeira vez uma eleição e foi eleito senador com mais de 5,5 milhões de votos. Em 2000, foi candidato à Prefeitura de São Paulo, mas terminou em quarto lugar. Nas eleições de outubro de 2002, recebeu 7.278.185 votos e obteve novo mandato de senador, com vigência até 2011.

Foi o primeiro corregedor parlamentar do Senado Federal. Pertencia ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa.

g1

Dois de seus filhos seguiram a carreira política. Romeu Tuma Júnior, que foi deputado estadual em São Paulo, e Robson Tuma, deputado federal até 2006.

Sertão: Prefeito erra o “Pai Nosso” durante ato público

Protagonista do ato foi o prefeito do município de Nazarezinho no Alto Sertão, Juninho de Braga.

Um caso interessante ocorreu na Cidade de Nazarezinho, Município que pertence a Região da Grande Sousa durante um ato Público, no qual o protagonista da historia acabou sendo o próprio Prefeito da Cidade, Junior de Braga do PTB.

De acordo com as informações, o Prefeito teria errado a oração que o Deus Pai nos ensinou, o conhecidíssimo “Pai Nosso”. Parece cômico, mais há quem afirme que aconteceu, na hora do venha nós, enganchou tudo, não saiu o resto da oração.
Aliados do Prefeito Juninho, trataram logo de desmentir o boato, e garantem que, o que houve foi um problema no sistema de som, e afirmaram que o prefeito sabe rezar, e muito bem.

Mário Gibson

Menina de cinco anos sofre abuso sexual no Sertão

Uma menina de cinco anos foi abusada sexualmente, no último domingo, na cidade de São Francisco, no Sertão do Estado. A mãe da garota, a dona-de-casa Isabel Aparecida Lopes, 34, contou à polícia que por volta das 19h30 encontrou sua filha saindo de um matagal com o acusado, chorando e reclamando de dores na genitália.

De acordo com o depoimento da mãe à Polícia Civil, a menina teria ficado todo o dia na casa do acusado brincando com outras crianças e, quando foi buscá-la, encontrou a filha chorando e reclamando de dores nas partes íntimas. Ela chamou a Polícia e o agricultor Juscélio Neves de Sousa, 25, foi preso em flagrante dentro da sua residência por policiais militares da cidade de Aparecida.

A menina foi encaminhada para o Hospital Regional de Sousa, onde a equipe médica constatou o abuso. "O médico fez o exame e constatou escoriações e ferimentos na genitália, causados por penetração ou tentativa de penetração. Além de que na calcinha da criança havia um odor de esperma", contou o Cabo do 14º Batalhão de Sousa, Arimatéia Barbosa.
Ontem pela manhã a garota realizou Exame de Corpo Delito na Unidade de Medicina Legal (UML) de Patos para comprovar o crime e o acusado foi encaminhado para a Delegacia de Sousa, onde está à disposição da Justiça.

Correio da Paraíba

Cópias da PEC 300 não batem com original enviado pelo governo






Presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Zenóbio Toscano (PSDB) assinou despacho nesta segunda-feira devolvendo os projetos de lei enviados pelo Poder Executivo dispondo sobre reajuste salarial dos policiais militares, civis e agentes penitenciários e pedindo ao presidente da Casa, deputado João Henrique (DEM), que solicite exame grafotécnico para comprovar a veracidade da assinatura do governador José Maranhão nas matérias.

Zenóbio Toscano confrontou as cópias dos projetos enviados no dia 20 à Assembleia com os originais enviados no dia seguinte e atestou que elas não batem.

Ou seja, os originais supostamente assinados por Maranhão são divergentes das cópias enviadas pelo governo. Em um dos casos, a cópia leva a assinatura completa do governador José Maranhão, quando a cópia do mesmo projeto apresenta apenas a rubrica. (Ver imagens acima).

Em outros casos, as rubricas da cópia estão em lugares diferentes das rubricas dos originais, sugerindo um Jogo dos Sete Erros entre a xerox e o original.

“Se constata sem maiores dificuldades profundas divergências entre as fotocópias e os supostos originais dos projetos de lei enviados pelo governador, o que sugere exame mais apropriado”, justifica Zenóbio, que devolveu as matérias à presidência da Casa.

Ele sugere que o material seja periciado e depois remetido ao Ministério Público Estadual e à Polícia Federal.

Para entender o caso, vale um relato. O governo do Estado promete enviar as mensagens para Assembleia no dia 20 e com a assinatura do governador em exercício Ricardo Marcelo (PSDB), já que Maranhão havia se licenciado no cargo no dia 19.

Centenas de policiais militares se colocaram em frente à Assembleia no dia 20, mas as mensagens não chegavam. Ricardo Marcelo se recusou a assinar temendo problemas com a lei eleitoral e a Lei de Responsabilidade Fiscal. Resultado: às 22h, o secretário chefe da Casa Civil, Inaldo Leitão, entregou pessoalmente os projetos de lei relativos à PEC 300 ao presidente da Assembleia, João Henrique.

O problema é que entregou apenas cópias de todos os projetos, conforme mostram as mensagens 58, 59 e 60. No outro dia, a Assembléia reivindicou os originais das matérias a fim de legalizar a tramitação das mesmas. E aí chegaram os originais que, segundo Zenóbio, diferem das cópias protocoladas.

De fato, há caroço nesse angu. E ele precisa ser peneirado, sob pena da Assembléia engasgar-se diante da lei.

Legenda das fotos: O primeiro documento, exposto, é uma das páginas da cópia entregue à Assembléia Legislativa no dia 20. Vem com a assinatura do governador José Maranhão. O segundo documento, logo abaixo, é a original da cópia. Vem só com a rubrica do governador.

Luís Tôrres

Fechar [x]